Em Paris, qual o melhor: Táxi ou Uber?

Quando há problemas com o transporte público, se quisermos ir a um lugar de difícil acesso, se já for muito tarde para apanhar o metro, ou se simplesmente preferimos o conforto de um carro, há várias alternativas, principalmente entre um táxi e um Uber. Mas qual a melhor opção? Neste artigo, vamos analisar a situação e ajudá-lo a entendê-la melhor.

@ Núcleo Editorial

 

Compreendendo a situação

Atualmente, os taxistas enfrentam uma realidade difícil na França. Para poderem exercer a profissão, é necessário obter uma placa de certificação, uma espécie de licença. O número de placas de certificação permanece fixo há anos, o que significa que a maioria dos motoristas de táxi tem de comprar a licença a um outro taxista que se reforma. É aí que a situação se complica, pois cobra-se entre 120 mil e 300 mil euros por licença, às vezes até mais caro.

Tendo em conta que os motoristas de transporte executivo (VTC) conseguem obter uma licença por cerca de 100 euros (correspondentes ao custo de inscrição), fica mais fácil de entender a revolta dos taxistas, que enfrentam uma competição desigual. Para poder pagar o financiamento da sua placa de certificação, os motoristas de táxi precisam cobrar mais caro pela bandeirada, contrariamente aos motoristas do Uber.

Foi por isso que houve tantos protestos dos taxistas, que resultaram numa melhoria de sua situação. Deparados com preços que não conseguiriam oferecer, os taxistas eram incapazes de se manter competitivos. O serviço (atualmente ilegal) Uberpop permitia que qualquer pessoa utilizasse o seu carro para o transporte de passageiros a preço baixo. Perante a polémica, esse serviço foi proibido em 2014.

 

Táxi x Uber: Depende das suas preferências

Independente de ser um Uber ou um táxi, diversos critérios influenciam o preço da corrida.

Em primeiro lugar, existe uma opção entre os táxis que se apanham nos pontos de táxi (por exemplo, nos aeroportos) ou, caso não haja nenhum disponível, e aqueles que se chamam através de um telefone disponível no próprio ponto. E também os táxis tipo teletáxi, como o G7, com preços mais acessíveis e que podem ser chamados através da internet ou numa aplicação para um smartphone. Para um Uber, o serviço mais comum, o UberX oferece um preço acessível, que pode ser ainda maior caso se escolher a opção UberPOOL (que transporta simultaneamente vários passageiros que não se conhecem entre si). Se preferir um serviço de alta qualidade, pode chamar um UberBERLINE, mas o preço será mais alto.

Essa mesma opção de alta qualidade existe nos táxis G7 de classe executiva (classe affaire). Fizemos uma análise comparativa para ver as diferenças de preço. Como pode ver, os preços são em geral parecidos.

Quadro comparativo dos preços de alguns trajetos Táxi G7 x Uber (obtidos nos seus respetivos sites)

Trajeto 1 Trajeto 2 Trajeto 3 Trajeto 4 Trajeto 5 Trajeto 6 Trajeto 7
Itinerário Gare de Lyon → Grande Arche (La Défense) (22 km) Châtelet → Aeroporto Paris CDG (25 km) Gare de l’Est → Aeroporto Paris Orly (25 km) Place d’Italie → Aeroporto Paris Orly (11 km) Place des Fêtes → Aeroporto Paris CDG

(24 km)

Gare Montparnasse → Aeroporto Paris CDG   (37 km) Place de Clichy → Aeroporto Paris Orly (19 km)
Uber 26-35 € 45 € 40 € 35 € 45 € 50 € 40 €
Táxi G7 72-42 € 50 € 39 € 34 € 54 € 59 € 34 €

Comparação de preços

Importa novamente sublinhar que o serviço muda de uma corrida para a outra. Contudo, existem algumas tendências que se repetem. Para começar, o tempo de espera é geralmente menor com o Uber. Quanto ao conforto da corrida, os táxis em geral são considerados mais profissionais do que os Uber, mas isso depende do motorista. Um motorista da Uber pode oferecer ao cliente um carregador de telemóvel ou uma garrafa de água mineral, algo muito difícil de acontecer num táxi.

Em termos da duração da corrida, os táxis têm uma via preferencial nas cidades, uma ajuda enorme no caso de engarrafamento (fazendo com que o Uber seja mais lento).
Um outro detalhe é que é necessário aceder à internet para chamar um Uber. Caso não saiba se terá acesso à internet, prefira um táxi para evitar situações complicadas.

Uma vantagem do Uber é a avaliação dos motoristas, disponível na aplicação, permitindo saber imediatamente o que os clientes acham dos motoristas. Isso incentiva-os a terem um comportamento exemplar.

 

Fique atento às concorrentes do Uber

Apesar da hegemonia da Uber, existem algumas concorrentes no mercado de transporte particular. Veja abaixo algumas das principais:

myDriver by Sixt (em francés): Reinventou o conceito de transporte particular, oferecendo o conceito Premium.
LeCab (em francés): O preço da corrida é fixo, independente da hora e de outros fatores. Prático para organizar trajetos com antecedência.
Marcel (em francés): Oferece a possibilidade de reservar com antecedência a preços atrativos.
SnapCar (em francés): Os preços são reduzidos fora da hora de ponta.
ADD Chauffeur (em francés): Preços são imbatíveis para os trajetos no sul de Paris, principalmente para ir até ao aeroporto de Orly.

 

Conclusão

A escolha entre um táxi e um Uber é algo muito pessoal, sendo difícil determinar qual deles é o “melhor” e quais critérios específicos devem ser analisados de modo geral.
Contudo, aqui ficam alguns conselhos:
Se prefere uma corrida mais barata e não vê problema em dividir o carro com outras pessoas, gostará certamente do lado prático e da simplicidade do UberPOOL.
Mas se prefere uma corrida mais rápida, num caso em que a pontualidade seja fundamental, recomendamos um táxi.

Se você gostou, compartilhe
  •  
  •  
  •