25 lugares da moda para sair à noite em Paris

Paris é uma cidade grande, isso não é novidade. Há tantos lugares para sair que acabamos sem saber para onde ir. Tendo em consideração os lugares pouco conhecidos, desconhecidos, escondidos de formas que nem imaginamos, há um mundo de coisas a conhecer. Restaurantes gourmets, bares pitorescos e templos de festa, esta lista não é exaustiva, mas deve ajudá-lo (e muito) nas suas aventuras.

 

Resumo:
Restaurantes
Bares
Casas noturnas

 

Restaurantes

 

1) Bustronome – Gourmet

2 avenue de Kléber, 75016

Crédito © Julien Osty

Saborear pratos franceses e, ao mesmo, tempo visitar Paris é tentador, mas nada prático.
No Bustronome esse dilema não existe. Mistura de autocarro e restaurante, o Bustronome permite-lhe almoçar ou jante enquanto descobre Paris.
Descubra as refeições em quatro ou seis etapas, através da cozinha “bustronómica” que o Chefe Vincent Thiessé desenvolveu especialmente para os seus comensais. Pode deleitar-se com um foie gras em frente ao Museu do Louvre, saborear uma dourada diante da Torre Eiffel e descobrir a sua sobremesa em frente ao Trocadéro.
Resta-lhe regalar-se e admirar a paisagem à sua volta.

Preço: Menu de Almoço 65 euros – Combinação prato/vinho 85 euros
Menu Jantar 100 euros – Combinação prato/vinho 130 euros

Reserve um lugar num autocaro imperial: o Bustronome

 

 

2) Procope – Histórico

13 rue de l’Ancienne Comédie, 75006

Crédito © Raoul Dobremel

Fundado cerca de um século antes da Revolução Francesa, o Procope é o restaurante mais antigo de Paris, e oferece aos seus clientes um ambiente repleto de história e prestígio. No despertar do século XVIII, tornou-se um lugar místico para os artistas franceses, um café literário para receber Diderot, Voltaire e Rousseau, ponto de encontro para artistas, intelectuais e escritores, como Musset e Verlaine. Atualmente, o Procope propõe uma cozinha tradicional, com especialidades como o Coq au Vin (galo ao vinho) e a Tête de Veau (cabeça de vitelo), numa decoração que vai transportá-lo à época dos revolucionários.

Preço: Menu Procope – entrada + prato principal + sobremesa 28,50 euros (de segunda a sábado das 12h às 19h)
Menu Philisophe – entrada + prato principal + sobremesa 38,50 euros (todos os dias a partir das 19h e no domingo para o almoço)

Mais informações sobre o Procope (em francés)

 

 

3) Bouillon Chartier – Histórico

7 rue du Faubourg Montmartre, 75009

Crédito © Bouillon Chartier

Cervejaria histórica, sim, mas a preços atrativos.
A Bouillon Chartier foi fundada em 1896 com uma ideia simples: oferecer uma refeição digna deste nome a preços módicos e respeitar a clientela para fidelizá-la. A grande sala, de estilo Belle époque, foi classificada como monumento histórico em 1989. Mesmo após 50 milhões de refeições e 4 proprietários, tradição e diversidade continuam presente nos pratos, como o eterno Steak frites (hambúrguer com batatas fritas), a andouillette (espécie de salsicha) e o faux filet (lombo).

Preço: Entradas entre 1,80 euro e 6,80 euros
Pratos entre 8,50 euros e 13,50 euros
Sobremesas entre 2,20 euros e 4 euros

Mais informações sobre a Bouillon Chartier (em francés)

 

 

4) La Cantine du Troquet – Tradicional

Pernety, 101 rue de l’Ouest, 75014
Dupleix, 53 boulevard de Grenelle, 75015
Daguerre, 89 rue Daguerre, 75014
Cherche midi, 79 rue du Cherche Midi, 75006

Crédito © Christian Etchebest

Quatro das cinco cantinas do chefe Christian Etchebest (atenção, não confunda com Philippe) estão em Paris. A primeira delas, aberta em 2008, propõe uma cozinha com sabores do sudoeste francês e produtos selecionados exclusivamente pelo próprio chefe. Ambiente convivial, com pratos do sudoeste da França, num verdadeiro regresso à infância francesa a preços interessantes. Entre as especialidades da cantina, estão as orelhas de porco grelhadas, o navarin d’agneau (prato à base de carneiro) e a torta de chocolate. Cantina sim, mas sem dúvida muito melhor do que as cantinas escolares francesas.

Preço: entradas entre 8 euros e 11 euros
pratos entre 16,50 euros e 22 euros
sobremesas entre 6,50 euros e 11 euros

Mais informações sobre a La Cantine du Troquet (em francés)

 

 

5) Chalet Savoyard – Tradicional

58 rue de Charonne, 75011

Crédito © Chalet Savoyard

Mesmo sem montanha e neve o ano todo, Paris dispõe de restaurantes savoyards, como o excelente
Chalet Savoyard, que propõe uma autêntica gastronomia savoyarde, num ambiente onde a madeira predomina, para que possa ir até à montanha durante a sua refeição.
Venha descobrir, neste restaurante com ares alpinos, especialidades montanheiras como raclettes, tartiflettes, pierrades, fondues, entre outras.

Preço: entrada 9,50 euros (pequena) 16 euros (grande)
Menu “le Chalet” 31 euros

Mais informações sobre o Chalet Savoyard (em francés)

 

 

6) Le Sergent Recruteur – Tradicional

41 rue Saint-Louis en l’Île, 75004

Crédito © Le Sergent Recruteur

Ocupando o espaço de uma antiga taberna da Ilha Saint-Louis, o Le Sergent Recruteur alia modernidade e elegância.
O cardápio do chefe Matthieu Révol é uma verdadeira viagem gastronómica, com pratos como raviólis de foie gras e trufas, turbot cuit sur l’arête (prato à base do peixe pregado) e torta de limão. O Le Sergent Recruteur tem também um bar, o SR41, onde é possível refrescar-se com champanhe, vinho e coquetéis e abrir o apetite com uma seleção de iguarias (ostras, foie gras, caviar, queijos, etc.).
Descubra o Menu Dégustation du Sergent, a 110 euros, que contém duas entradas, peixe, carne, seleção de queijos, aperitivos e sobremesa.

Preço: Menu du Sergent: entrada-prato principal ou prato principal-sobremesa 27 euros ao almoço e 47 euros ao jantar
entrada-prato principal-sobremesa – 35 euros ao almoço e 55 euros ao jantar

Mais informações sobre o Le Sergent Recruteur (em francés)

 

 

7) La Cave de l’Os à Moelle – Tradicional

181 rue de Lourmel, 75015

Crédito © La Cave de l’Os à Moelle

Após o Os à Moelle, criado em 1994, o Chefe Thierry Faucher abriu, do outro lado da rua, a La Cave de l’Os à Moelle, uma das primeiras tables d’hôte (mesa em que se faz a refeição diretamente com o responsável pelo estabelecimento), num ambiente convivial e caloroso. Poderá saborear diversas terrines, legumes, a sopa e o prato do dia, queijos, um buffet de sobremesas ou simplesmente uma tábua de embutidos ou de queijos, se não estiver com muita fome.

Preço: Menu degustação 42 euros (sopa-entrada-prato principal-queijo-sobremesa)
Buffet 25 euros (almoço e jantar)

Mais informações sobre a La Cave de l’Os à Moelle (em francés)

 

 

8) Les Fils à Maman – Tradicional

57 rue des Batignolles, 75017

Crédito : ©Les Fils à Maman

Livros antigos da série literária infantojuvenil Clube dos 5, matraquilhos, o elefante Babar, roue des gourmands (roda de prémios em refeições): um verdadeiro regresso à infância é oferecido pelos cinco amigos que resolveram abrir este restaurante. A decoração e os pratos evocam várias lembranças. As entradas misturam tradição e inovação, como o croquete Babybel (um dos queijos preferidos dos franceses), tartar de salmão e ainda rolos de queijo de cabra. Os pratos seguem a mesma linha: cordon bleu à la poitrine fumée (bife de frango fumado e recheado com queijo e presunto), magret de canard au miel (prato à base de pato e mel) e ainda o prato do dia escrito “no quadro”, como na escola. As sobremesas parecem mais tortas de aniversário: tiramisu de Kinder Ovo, cheesecake de Oréos, torta de limão e outras delícias. Decidir entre todas estas iguarias não será nada fácil.

Preço: Menus almoço 19 euros entrada + prato principal + sobremesa (exceto fins-de-semana e feriados)

Mais informações sobre o Le Club des 5 (em francés)

 

 

9) Nos ancêtres les Gaulois – Tradicional

39 rue Saint-Louis en l’Île, 75004

Crédito © Nos Ancêtres Les Gaulois

Fundado em 1969, este antigo clube de poesia e música é hoje um imenso restaurante com uma atmosfera da Idade Média, autêntica e festiva.
O seu lema: quantidade e qualidade. Os clientes, acomodados em longas mesas, encontram à sua disposição pratos de legumes crus, enchidos, churrasco na brasa e vinho, que não se serve numa taça, nem numa garrafa… mas sim no barril. A opção, a 40 euros, com tudo incluído, contém prato de legumes crus, diversas opções de saladas e enchidos em buffet (e livre), carne assada na brasa, batatas no forno e legumes da estação, tábua de queijos, cesto de frutas, sobremesa e vinho no barril (claro!).

Preço: Opção com tudo incluído 40 euros
Menu de almoço 14 euros: poulet fermier (frango malandro) ou confit de canard (pato) ou carne do dia – batatas-fritas – Opções de almoço: buffet (livre) + Menu almoço 20 euros
Menu almoço + sobremesa 18 euros
Buffet (livre) + menu almoço + sobremesa 24 euros

Mais informações sobre o Nos Ancêtres les Gaulois (em francés)

 

 

10) Dans le noir? – Surpreendente

51 rue Quincampoix, 75004

Desperte os seus sentidos e deixe-se seduzir por uma experiência culinária às cegas, proposta pelos chefes Thi Muller e Jérémy Niquet. Face a esta degustação um tanto peculiar, os chefes empenham-se em servir uma refeição forte em sabores. Várias opções estão à disposição para satisfazer todos os paladares e apetites: a opção 2 pratos, por 45 euros, (entrada+prato ou prato+sobremesa); a opção dégustation, por 68 euros (entrada+prato principal+sobremesa+3 bebidas surpresa); a opção gourmande, por 85 euros (bebidas+aperitivo+entrada+prato+queijo+sobremesa+3 bebidas surpresa), entre outras.

Além do mais, desde 1 de fevereiro, o restaurante, em linha com as tendências culinárias atuais, começou a oferecer um menu totalmente vegan.

Preço: Menu jantar com 3 pratos (entrada + prato principal + sobremesa) 51 euros

Mais informações sobre o Dans le Noir ? (em francés)

 

 

11) L’Îlot – Frutos do mar

4 rue de la Corderie, 75003

Crédito © L’Ilot

Sim, em Paris é possível comer marisco fresco. A Normandia e a Bretanha não ficam tão longe e abastecem Paris com uma ampla oferta de frutos do mar. O conceito do L’Îlot é simples: marisco e vinho (pelo menos 30 opções diferentes). Descubra “pratos” como o Fumée, a 24 euros, com salmão orgânico defumado, peixe espada defumado, atum branco defumado, enguia selvagem defumada, servidos com rúcula, blinis (tipo panqueca russa) e crème fraîche (creme fresco) com cebolinho.

Preço: Prato L’Îlot 55 euros (para duas pessoas) com: quatro ostras fines de claire n° 3, quatro ostras da estação, seis camarões rosa, uma porção de búzios, um caranguejo gigante e quatro lagostins.

Mais informações sobre o L’Ilot (em francés)

 

 

12) Le Grenier de Notre-Dame – Vegetariano

18 rue de la Bûcherie, 75005

Aberto desde 1978, o Grenier de Notre-Dame foi o primeiro restaurante vegetariano e macrobiótico de Paris. Sempre sob o olhar atento do chefe Abib, no comando desde a inauguração, o Grenier de Notre-Dame tem evoluído ao longo dos anos e passado de pai para filho.
Parte do cardápio é renovada duas vezes por ano, de acordo com os produtos da estação. Já que falamos de produtos, 80% deles são orgânicos e provêm de comércio justo. No cardápio, o cuscuz vegetariano (semolina de trigo integral, legumes da estação, especiarias, espetada de carne vegetal de glúten, grão de bico, passas), o prato macrobiótico (arroz integral, legumes no vapor, tofu empanado, feijão branco, legumes crus, alga arame, molho shoyo, e molho de tomate com ervas) e também outros pratos, que poderão saciar até a fome dos nossos amigos carnívoros.

Preço: Menu almoço 15,50 euros
Menu jantar e fim-de-semana 17,50 euros
entrada + prato principal + sobremesa

Mais informações sobre o Grenier de Notre-Dame (em francés)

 

 

Bares

 

13) La Fine Mousse – Cervejaria

4 bis avenue Jean Aicard, 75011

Crédito © La Fine Mousse

Com mais de 20 tipos de cerveja à pressão, uma extensa carta de cervejas engarrafadas, tábuas de enchidos e de queijos, o restaurante (para quem estiver com mais apetite) e bar, o La Fine Mousse terá um imenso prazer em recebê-lo. Lá, é possível ainda degustar, à la carte, cidra à pressão ou engarrafada, whisky e uma variedade de bebidas sem álcool.
Para os fãs da cerveja, o La Fine Mousse também organiza workshops: iniciação à degustação de cerveja, descoberta de diferentes estilos de cerveja e aperfeiçoamento da análise sensorial da cerveja.

Preço: Cerveja entre 7 euros e 12 euros (500 ml)
Menu degustação 39 euros (2 entradas, 2 pratos, 2 sobremesas)

Para mais informações sobre o La Fine Mousse (em francés)

 

 

14) Olympe Sport Café – Bar de Desportos

46 avenue du Général de Gaulle, 94300 Vincennes

No comando deste bar agradável, Bertrand Damaisin, medalha de bronze em judo nos Jogos Olímpicos de 1992, e vencedor do campeonato francês de 1994 e 1997. Toda a gente, seja atleta ocasional ou de alto nível, pode aproveitar o ambiente aconchegante e informal deste restaurante de cozinha regional, com vista para o Castelo de Vincennes, onde é possível almoçar, jantar ou beber algo. A decoração, é inspirada no desporto, claro: nas paredes, é possível admirar todo o tipo de troféus, dedicatórias e fotos deste ex-judoca francês. O Olympe Sport Café funciona de terça a sexta das 12h às 14h30 e das 19h às 2h, segunda das 12h às 14h30 e sábado apenas para o jantar.

Clique aqui para mais informação sobre o Olympe Sport Café

 

 

15) Little Red Door – Bar de Coquetéis

60 rue Charlot, 75003

Crédito © Little Red Door

Como o próprio nome indica, é através de uma portinha vermelha que entra neste bar com atmosfera speakeasy. Aqui, o ambiente é muito “English”, bem como o nome dos coquetéis: “Number 9”, “Bronxxx”, “It’s all in the root” e “Devil back”. O conceito da carta muda todos os anos, com o intuito de criar um momento único e original, além de propiciar uma experiência lúdica no bar. Então venha descobrir o “Menu of applied architeture”, composto por nada menos do que 11 coquetéis, para experimentar novas perspetivas sobre a criação de coquetéis.

Preço: Coquetéis entre 12 euros e 16 euros

Mais informações sobre o Little Red Door (em francés)

 

 

16) Wall Street Pigalle – Bar Temático

49 boulevard de Clichy, 75009

Crédito © Wall Street Pigalle

A partir das 18h, o Wall Street Pigalle transforma-se numa verdadeira bolsa de valores. O preço das bebidas, como taças de vinho e copos de cerveja, muda a cada 100 segundos, então uma dose pode passar de 12 a 4 euros num piscar de olhos. Os cinco ecrãs permitem que acompanhe a cotação da sua bebida. Além da bolsa de valores, existem outros eventos: festa do pijama, torneio Mario Kart, karaoke, concertos, etc.
No cardápio do restaurante Wall Street Burger: tartar de salmão, confit de canard maison (prato à base de pato) e diferentes menus de tapas: o Bodega (12 tapas + 1 litro de sangria ou cerveja) a 26 euros por pessoa (para 2 pessoas) ou o Au Comptoir (seleção de tapas) a 26 euros para 2 pessoas

Preço: Menu almoço (entrada + prato do dia ou prato do dia + sobremesa) 13,90 euros
Menu Brunch 24 euros (à vontade)

Mais informações sobre o Wall Street Pigalle (em francés)

 

 

17) Mabel – Bar de Rum

58 rue d’Aboukir, 75002

Crédito © Philippe Levy

Criado por Joseph Akhavan, o bar Mabel, focado no rum, oferece 120 variedades desta bebida. Venha descobrir o rum em todas as suas formas: em shots, coquetéis ou mesmo com origem exótica. Rum do Peru, da Venezuela, da Guatemala, pouco importa a origem, no Mabel o rum vai fazê-lo viajar.

Preço: Coquetéis 13 euros (contêm entre 40 e 90 ml de bebida alcoólica)
Les Routes des Rhums (3 de 25 ml) entre 16 euros e 25 euros

Mais informações sobre o Mabel (em francés)

 

 

18) Espit chupitos – Bar de shots

117 rue Saint-Maur, 75011
144 Rue Oberkampf, 75011

Crédito © Calafell

Este bar de shots é um conceito único em Paris, oferecendo cerca de 600 shooters aos seus clientes. A ideia, lançada em Barcelona, cruzou a fronteira e aterrou em Paris, para alegria dos curiosos. Os nomes dos shots estão escritos na parede, incluindo “Malabar”, “Pulp Fiction” e “Baiser de la mort”. Os 600 sabores estão patenteados, então nem vale a pena perguntar os ingredientes. Os shots têm um preço único de 3 euros. É possível também pedir uma jarra por um preço abordável. Entre os 600 shots, há opções para todos os gostos: flambados, em forma de brinquedo, com pastilhas, uma verdadeira surpresa.

Preço: 3 euros o shot

Mais informações sobre o Espit Chupitos

 

 

19) Moonshiner – Bar Escondido

5 rue Sedaine, 75011

Credito : © Moonshiner

O conceito de bares speakeasy, como em Nova Iorque na época da Lei Seca, é bastante atrativo e, naturalmente, esta tendência foi-se estabelecendo em Paris. Para descobrir o Moonshiner, tem de entrar na Pizzeria Da Vito e passar através da grande porta metálica da câmara fria, chegando então a este templo do whisky, que oferece 83 variedades da bebida. Uma atmosfera Art Déco dos anos 1930, Jazz, Foxtrott, todas essas coisas dão-lhe a impressão de ter atravessado o oceano Atlântico … e viajado através do tempo.

Preço: Entre 6 euros e 14 euros para um coquetel
Entre 8 euros e 13 euros para um whisky coquetel

Mais informações sobre o Moonshiner

 

 

Casas noturnas

 

20) Le Loft Metropolis – Descontraído

Rue du Port des Halles, 94150 Rungis

Crédito © Le Loft Metropolis

Em 2009, depois de algumas reformas, o famosíssimo Metropolis foi renomeado Le Loft. Com capacidade para seis mil pessoas, o Le Loft é considerado uma das maiores casas noturnas de Île-de-France e, sem dúvida, já acolheu a maior parte dos moradores da região. Cada uma das quatro salas possui uma atmosfera diferente: a Loft tem uma playlist Dancefloor, enquanto a Manhatan transportá-lo-á para o mundo do hip-hop. Já a Palmeraie tem um ar mais neutro, onde se dança e, para terminar, a Hacienda, zona do clima tropical. O espaço é o grande trunfo desta casa noturna, de tal forma que Luc Besson decidiu incluí-lo num dos seus filmes, lançado em 2015. Longe do centro de Paris, o Le Loft é acessível através de transporte público, venha descobri-lo.

Preço: entrada + 2 consumos: 25 euros

Clique aqui para mais informações sobre o Le Loft Metropolis (em francés).

 

21) Dandy – Místico

62 rue Mazarine, 75006

Crédito : ©Le Dandy

Em 1971, Jim Morrison faleceu de overdose na casa de banho desta casa noturna parisiense, denominada na época como Rock n Roll Circus. Tendo também sido conhecida como L’Alcazar Club, já foi bastante conhecida e teve a presença de artistas como Serge Gainsbourg, que se entregavam a uma atmosfera repleta de sexo, droga e rock’n‘roll dos anos 1970 e 1980. De lá para cá o ambiente mudou muito, a mistura de rock e whisky deixou de estar na moda e o público é composto maioritariamente por turistas e estudantes. Neste lugar que permanece místico, opções é o que não falta: noites inspiradas nos anos 1980 e 1990, aulas de salsa aos domingos e alguns concertos de vez em quando.

Preço: Happy hour de quinta a sábado, das 21h à meia-noite.

Mais informações sobre o Dandy (em francés)

 

22) Djoon – Moderno

22 boulevard Vincent Auriol, 75013

Crédito © Djoon

Uma mistura de casa noturna, bar e restaurante, o Djoon é um lugar único em Paris. Neste loft de dois andares, no 13e arrondissement, poderá fazer refeições, beber algo e, claro, divertir-se. Há sempre DJs internacionais diferentes, que tocam para quem quer fugir das casas noturnas muito lotadas. A atmosfera varia em função dos artistas: funk, hip-hop, soul e deep-house. O restaurante, sob o comando do chefe Mathieu Amen, funciona apenas para almoço, de segunda a sexta.

Preço: Coquetéis entre 7 euros e 12 euros
Pratos entre 15,50 euros e 19,50 euros

Mais informações sobre o Djoon

 

 

23) La Baraque – Underground

102 rue de Charonne 75011

Crédito © La Baraque

Faça uma pausa para se divertir neste lugar, uma combinação de cozinha, bar e casa noturna. A cozinha é generosa e criativa, já o bar, por sua vez, atende a todos os desejos, bebidas alcoólicas ou não. A casa noturna está situada no subsolo, para que possa dançar até ao fim da noite (ou até ao fecho). O La Baraque organiza regularmente eventos com diferentes DJs e, às quintas-feiras, há noite disco para todos, das 20h às 2h.

O cardápio do restaurante oferece pratos entre 16 euros e 23 euros, como a famosa Salada César, cheeseburger e batatas fritas e magret de canard (pato) ao molho de mel. O La Baraque abre à segunda das 10h às 15h, terça, quarta e quinta das 10h às 2h e no sábado das 18h às 5h.

Preço: Coquetéis tradicionais e criações 10 euros

Clique aqui para mais informações sobre o La Baraque. (em francés)

 

 

24) Le Pigallion – Underground

11 place Pigalle, 75009

Crédito © Jacob Khrist

Este antigo cabaré de strip-tease teve os seus momentos de glória nos anos loucos de Paris da década de 1920, e depois nos anos 1990, como cenário da música eletrónica emergente. Atualmente, a multidão ainda se acotovela por ali até de madrugada. Para entrar, não é preciso qualquer código de vestuário, pois as pessoas vão ao Pigallion apenas para se divertirem, coladas ao corpo mais próximo. Portanto não se espere sentar durante a noite, pois não há lugares. Os artistas são na maioria de música eletrónica, mas nem todos. Cabe a si escolher em que noite pretende ir a esta casa noturna.
O bar, no primeiro andar, encontra-se normalmente repleto de gente à procura de uma bebida.

Mais informações sobre o Pigallion

 

 

25) Les Bains – Moderno

7 rue du Bourg l’Abbé, 75003

Crédito © Les Bains

O Les Bains é um dos lugares mais famosos de Paris, unindo hotel, restaurante, bar e casa noturna num só lugar. Ou seja, tem tudo para lhe agradar. Quer queira divertir-se numa discoteca, bebericar tranquilamente no bar ou ficar no conforto do seu quarto de hotel para um momento de introspeção, ficará certamente encantado pela diversidade do Les Bains. Foi a partir de 1885 que a família Guerbois tornou este recinto uma das mais famosas termas privadas de Paris. Em 1978, o Les Bains tornou-se uma sala de espetáculos, templo da vida noturna parisiense e lugar de encontro para o mundo da informação, da arte e do espetáculo. O seu restaurante, com primazia no estabelecimento, oferece um cardápio repleto de sabores, do pequeno-almoço ao jantar, e também um brunch com dois menus criados especialmente para si: o “Dimanche aux bains”, a 58 euros, e o “Brunch des Bains”, a 48 euros.

Preço: Pequeno-almoço : Menu All Day Continental 20 euros
Almoço: prato entre 12 euros e 28 euros
Jantar: prato entre 24 euros e 42 euros
Sumos saudáveis: 9,50 euros

Mais informações sobre o Les Bains (em francés)

Se você gostou, compartilhe
  •  
  •  
  •