Onde ficar em Paris e em que bairro reservar o meu hotel?

Paris, uma cidade repleta de luzes incandescentes, com os seus grandes restaurantes e os seus magníficos monumentos sempre o fizeram sonhar? Se ainda não conhece os pequenos segredos da cidade e tem a intenção de a visitar em breve, confira aqui uma lista dos diferentes bairros e das suas características que o ajudarão a encontrar o bairro que mais lhe agradará.

Paris Seine

Resumo:
O Bairro Latino: O charme histórico do bairro dos estudantes
Saint Germain-des-Prés: A cidade chique e poética
La Motte Picquet Grenelle / Passy: O bairro residencial
Opéra / Grands Boulevards / Bourse: O bairro de negócios e restaurantes
Bastille: Mojitos e cultura pop
Montmartre / Pigalle: A calma antes da tempestade
Ménilmontant / Belleville: O bairro dos hipsters
Montparnasse: Bom apetite!
Les Halles / Le Marais: O bairro da moda
La Butte-aux-Cailles: Uma escapada da cidade

 

O Bairro Latino: O charme histórico do bairro dos estudantes.

Quartier Latin
©Ba’Gamnan

O bairro latino está situado na margem esquerda do rio Sena, mesmo em frente à Catedral de Notre Dame. Brilha com a sua beleza, história e cultura. É um bairro estudantil onde é bom viver, já que o stress parisiense não afeta os seus habitantes, pois as suas ruas e vários monumentos inspiram calma e graciosidade. As marcas de um passado rico estão presentes a céu aberto, como é o caso das Arenas de Lutécia, ou as antigas muralhas Lutecia, que podem ser vistas na rua Lacépède. A Sorbonne, a universidade emblemática da França criada na Idade Média, e as reputadas escolas de comércio, acolhem estudantes do mundo inteiro e professores que contribuem imenso para a atmosfera acolhedora deste bairro. As bibliotecas, os pequenos comércios e os restaurantes baratos são muitos e permitem-lhe desfrutar de uma refeição sem gastar muito dinheiro. A pavimentada rua Mouffetard, que liga os Gobelins ao Panthéon, tem um mercado que vale a pena visitar domingo de manhã, antes de passear até à Catedral de Notre Dame, ao Jardim de Luxemburgo, ao Jardim das Plantas ou à Instituição do Mundo Árabe. Se procura uma atividade mais agitada, dê um passeio ao Boulevard Saint Michel, onde poderá encontrar livros, filmes, vil de todas as formas e feitios nas várias lojas culturais. Para os amantes da sétima arte, não poderão encontrar melhor, pois o bairro latino está ocupado por uma data de cinemas independentes que as cidades de todo o mundo invejam, ideal para os dias de chuva!

Enfim, o bairro latino é o lugar ideal em Paris, quer que seja em família, entre amigos ou em casal, todos poderão aproveitar este belo bairro diariamente.

Pontos fortes:
Uma paisagem mágica, repleta de monumentos, uma atmosfera acolhedora e ao mesmo tempo calma e festiva. E o bairro ideal para uma estadia parisiense. Existem vários hotéis e os restaurantes e bares não são excessivamente caros como, por exemplo, no bairro do Marais.

Pontos fracos:
Poucos pontos fracos, a não ser a grande quantidade de turistas durante o Verão e a agitação bastante barulhenta do Boulevard Saint Michel e da Praça Saint-Michel.

Confira os nossos 115 hotéis no bairro latino.

 

 

Saint Germain-des-Prés: o bairro chique e poético.

Café de Flore
©Henrik Berger Jorgensen

Situado mesmo ao lado do Bairro Latino, Saint Germain-des-Prés é um bairro chique e vibrante, onde os parisienses se reúnem à noite para desfrutar de saborosos cocktails em lugares magníficos. Aqui os clubes de jazz são comuns e uma tradição de longa data que seria uma pena perder, pois proporciona noites muito agradáveis, especialmente se estivermos bem acompanhados! Saint Germain-des-Prés é frequentemente associada à indústria do entretenimento mas também está associado à poesia e à literatura, graças aos grandes autores do último século que gostavam de escrever as suas obras enquanto bebiam absinto em Saint Germain-des-Prés. Dê um salto ao famoso restaurante Les Deux Magots (site em francês), ou ao Café de Flore (site em francês), onde os empregados vestidos como os « garços de café » do século passado lhe proporcionaram um serviço digno dos maiores restaurantes. No que diz respeito às lojas de roupa e de moda, não existe lugar melhor. Juntamente com o bairro do Marais, este é o bairro mais moderno e elegante de Paris onde encontra os melhores preços, por isso fique atento… É preciso é não ter medo de multidões, pois aqui as ruas estão sempre cheias de pessoas, e à noite é possível ouvir o barulho dos copos de champagne e risadas vindas dos vários cafés.
Esta área incorpora perfeitamente o nome de “Cidade das Luzes”, pois as ruas enchem-se de mil e uma luzes quando o sol se põe, e as pessoas celebram a vida com bom gosto e um « savoir vivre » nesta cidade tipicamente parisiense.

Pontos fortes:
Um ambiente chique e moderno, com lojas de roupa na moda e lugares repletos de cultura e história. É como estar numa pequena aldeia, tanto bela quanto charmosa, mas vibrante e festiva de noite.

Pontos Fracos:
O mercado imobiliário é caro, assim como os restaurantes, bares e várias lojas. Além disso, algumas pessoas podem achar a população local bastante arrogante e podem sentir-se sobrecarregadas pela constante atividade do bairro.

Confira os nossos 115 hotéis em Saint-Germain-des-Près.

 

 

La Motte Picquet Grenelle / Passy: Top Quality Residential Area

Pont Bir Hakeim
©Phil Beard

O que seria de Paris sem a sua « Dama de Ferro »? Se associa automaticamente Paris com a Torre Eiffel, mais vale encontrar um lugar para ficar perto deste belo monumento para poder admirá-lo todos os dias. O bairro de La Motte Picquet Grenelle, por exemplo, seria um lugar perfeito pois está perto da torre, é uma área de comércio, na rue du Commerce irá encontrar um mercado e uma grande variedade de lojas, e é também uma área residencial. Os bairros próximos da Torre Eiffel são bastante caros e vazios enquanto, o bairro Motte Picquet Grenelle é acessível economicamente, possui uma grande variedade de lojas e a vida da vizinhança é bastante ativa num ambiente muito agradável. A linha 6 do metro, que passa nesta área entre Motte Picquet, Motte Picquet, Cambronne, Dupleix e Bir Hakeim, passa por cima da terra e oferece-lhe uma vista panorâmica excecional da cidade de Paris e da Torre Eiffel. É uma bela vista para admirar todos os dias ao voltar para o seu hotel…

Se continuar nessa linha de metro, terá uma vista do bairro de Passy depois de atravessar o rio Sena. É uma área muito chique que também lhe oferece uma vista magnífica da Torre Eiffel. Se procura serenidade e luxo, está no sítio certo, pois este bairro seria considerado uma carta azul no jogo Monopoly. Longe da loucura do centro, é como estar numa aldeia burguesa e a arquitetura dos prédios esculpida em pedra é excecional.

Pontos Fortes:
A área de Motte Picquet é uma área comercial e residencial, e apenas a alguns passos de distância da Torre Eiffel, por isso é o local perfeito para ficar perto do monumento sem ter de pagar muito por isso. O bairro Passy é muito mais calmo e chique, e a vista da Torre Eiffel é de tirar o fôlego.

Pontos Fracos:
A área de Motte Picquet não é a mais bonita. Tem algumas vantagens, mas nada como a colina de Montmartre, e os preços são altos. Passy é um lugar calmo, talvez muito calmo, e nunca encontrará uma mercearia aberta à noite. A diversidade cultural é inexistente e o custo da habitação é muito elevado.

Confira os nossos 52 hotéis nos bairros Motte Picquet/Passy.

 

 

Opéra / Grands Boulevards / Bourse: o bairro dos negócios e restaurantes.

Bourse
©victortsu

Aqui está um bairro chique, onde a arquitetura haussmaniana prevalece com amplas avenidas e edifícios feitos em esculpida, decorada por belos ornamentos. Não se esqueça de olhar para cima e admirar estes belos prédios, sem dúvida que será surpreendido com a delicadeza e a riqueza destas esculturas. Trata-se de uma área de escritórios, onde as pessoas trabalham e têm almoços de negócios. Restaurantes chiques estão por toda parte e sabem como agradar ao seu paladar, se estiver preparado para pagar o preço. Para os amantes de cozinha exótica que querem ter cuidado com a carteira, o bairro da Ópera é também conhecido como o bairro japonês, por estar repleto de restaurantes de sushi e lámen na rua Sainte Anne. O restaurante Higuma (site em francês), por exemplo, é um restaurante muito bom com preços acessíveis para esta zona. Não perca a oportunidade de provar o hambúrguer que foi eleito várias vezes o melhor de Paris no Camion qui fume (site em francês), perto da igreja da Madeleine. Este bairro oferece-lhe ainda algumas das mais luxuosas lojas da capital francesa, assim como as mercearias mais refinadas.
É tão agradável passear nas galerias cobertas, onde o ar é mais fresco durante o Verão. Nestas galerias, poderá encontrar obras de arte, livros antigos e curiosidades de todos os feitios. Se continuar a andar pelas ruas, pode também encontrar o museu Grévin (site em francês). É um lugar deslumbrante, onde celebridades antigas e atuais ganham vida mesmo à sua frente. Muitos bares nas Grands Boulevards oferecem generosos preços pós-laborais, onde funcionários de escritório gostam de trabalhar enquanto tomam uma bebida. Se quiser continuar a festejar, o bairro de la Bourse está repleto de discotecas e clubes privados onde infelizmente nem toda a gente pode entrar…

Pontos fortes:
Os bairros de Grands Boulevards, Bourse e Opera têm uma atmosfera muito agitada, que pode agradar aos que querem experienciar a grande vida parisiense. Se não tiver medo de gastar dinheiro, passará indubitavelmente um bom momento.

Pontos fracos:
O custo de vida é caro nesta área, mas é fácil de encontrar uma grande variedade de restaurantes ou restaurantes japoneses. As ruas estão sempre cheias de pessoas durante o dia, o que pode ser bastante cansativo.

Confira aqui os nossos 217 hotéis nos bairros Opéra / Grands Boulevards / Bourse.

 

 

Bastille: Mojitos e cultura pop.

©Amélien Bayle

É um bairro cool e popular, onde a vida é simples e bastante ativa: bem-vindo ao bairro da Bastille! A rua de Lappe é um verdadeiro templo dos aperitivos e das bebidas alcoólicas, onde os bares e restaurantes estão por todo o lado e propõem fórmulas interessantes e happy hours que lhe vão reduzir significativamente a sua conta. O que lhe apetece neste momento? Um ambiente latino? O Havanita café (site em francês) vai acolhê-lo numa atmosfera colombiana calorosa e descontraída, onde os amantes de rum vão poder desfrutar das suas bebidas acompanhadas por um cigarro. Se prefere o rock ‘n roll, dê um salto ao bar Les Furieux, onde a música rock dos anos 90 não o vai deixar indiferente. E se lhe apetecer dançar ao som de um concerto ao vivo, dê um salto ao bar La Mécanique Ondulatoire, um bar com uma decoração vintage onde pode assistir a concertos na cave.

Não se preocupe, Bastille não é apenas um lugar para beber e se divertir, também é uma área bastante cultural. Existe uma variedade de lojas de livros de banda desenhada e de arte, a rue Keller, que tem várias lojas de vinil, assim como lojas de cultura japonesa e alternativa.
O bairro de Ópera Bastille está situado na praça com o mesmo nome e propõe-lhe espetáculos fabulosos como peças de teatro que toda a gente quer ver. A rua Saint Antoine é muito comercial e dispõe de várias lojas de roupa. O mercado de Aligre é bastante cosmopolita. As bancas do mercado são muito coloridas e vão deixá-lo com água na boca, para além disso os preços são bastante acessíveis, por isso não há razão para resistir. Se quiser dar um passeio bucólico, a « coulée verte » é um caminho que começa em Bastille e acaba em Porte Dorée. Os amantes de desporto e corrida ao ar livre vão adorar.

Pontos fortes:
Gostamos deste bairro pela sua simplicidade, a grande variedade de bares e a atmosfera relaxante, bastante diferente de Saint Germain-des-Prés, por exemplo. A cultura pop é celebrada em Bastille e é muito agradável dar um passeio durante os fins-de-semana, beber um copo, descobrir novos livros e ver um concerto ao vivo. É o lugar perfeito para o público jovem.

Pontos fracos:
Pode ficar bastante lotado à noite nos fins-de-semana, e não é incomum haver confusões entre pessoas embriagadas. Este bairro é mais adequado para um grupo de amigos do que para uma família.

Confira os nossos 90 hotéis em Bastille.

 

 

Montmartre / Pigalle: A calma antes da tempestade.

Montmartre
©Fabrizio Scami

Bem-vindo à Paris que vemos nos postais, que encontramos nos filmes americanos e que os turistas de todo o mundo sonham visitar um dia. Sim, adivinhou, estamos a falar da colina de Montmartre. É tão agradável passar nestas ruelas cheias de charme, repletas de pequenas casinhas e jardins. Os cafés parisienses, com o seu charme à moda antiga e decoração pitoresca, existem às resmas, assim como parques que dão a esta selva urbana espaço suficiente para respirar.
A vida é fácil nesta aldeia parisiense localizada um pouco longe da cidade. Na Place du Tertre, pintores desenham retratos para turistas que passeiam pelos mesmas ruas onde artistas como Picasso, Cézanne, Van Gogh e Renoir viveram. Ter pernas fortes é importante para viver neste bairro!

A escalada é parte da diversão diária para os habitantes da colina de Montmartre, especialmente se precisar de subir até ao topo para ao seu hotel ou apartamento. Mas vale a pena, porque há algo de especial neste lugar, um tipo de atmosfera rural e o ar parece mais leve e fresco do que o centro de Paris. E se não quiser todo incluir o exercício na equação, pode sempre usar o teleférico para subir enquanto aprecia a vista. No verão, não perca o pôr-do-sol com uma vista de Paris a partir do pequeno parque em frente ao Sacré Coeur. A vista é de tirar o fôlego e a atmosfera é calorosa e festiva.

Sem surpresas, a habitação é bastante cara neste bairro, mas os hotéis têm muito charme e a maioria está localizado num lugar perfeito. Confira o nosso artigo (em francês) sobre os melhores hotéis em Montmartre, se quiser saber mais!

Ao descer a colina, notamos que a atmosfera muda completamente. De repente, a serenidade calma e burguesa de Montmartre dá lugar ao tumulto e à excitação de Pigalle. Este bairro é uma festa sem fim, cujo lugar mais famoso é o cabaré Moulin Rouge (site em francês). Aqui podemos encontrar os bares e as discotecas mais divertidos de Paris e as sex shops estão por toda a parte. Turistas de todo o mundo vêm aqui para passar uma noite louca à francesa.

Existem numerosas salas de espetáculos nesta área como La Cigale (site em francês), Elysée Montmartre (site em francês), ou le Trianon (site em francês), e os amantes de música ficarão bastante satisfeitos, pois existe uma quantidade impressionante de lojas de música que vendem todos os tipos de instrumentos. Esta é uma vizinhança tão vibrante e festiva que às vezes pode até ser perigosa. Por vezes podemos não gostar, mas adoramos quase sempre este lugar, como se fosse uma história de amor …

Pontos fortes:
Cada canto é como um postal em Montmartre. As encantadoras ruelas pavimentadas, as escadas da rua e as luze farão com que queira tirar uma foto com seu smartphone a toda a hora. Em Pigalle, a atmosfera é como em nenhum outro lugar em Paris; como se algo flutuasse no ar, algo proibido, mas viciante. Línguas de todo o mundo são faladas, pois trata-se de um bairro multicultural, que consegue guardar a sua própria identidade histórica e cultural.

Pontos fracos:
Tem de ter boas pernas para poder subir a colina. Este bairro pode ser o mais bonito de todos, mas não é muito acessível para pessoas com mobilidade reduzida. Existem muitos turistas em Pigalle, e com a enorme quantidade de lojas de lembranças parece que está na Disneyland. Para morar nesta área não pode ter medo de multidões, e é importante ter cuidado à noite, porque não é raro encontrar pessoas embriagadas durante a madrugada.

Confira os nossos 141 hotéis em Montmartre.

Confira os nossos 128 hotéis em Pigalle.

 

 

Ménilmontant / Belleville: o bairro dos hipsters.

Belleville
©Jeanne Menjoulet

Para os hipsters com barba e suspensórios, este bairro é para vocês! O bairro de Belleville tem estado em expansão nos últimos 10 anos e atrai jovens, artistas e criadores de todos os tipos, pois os alugueres ainda não são muito caros. Este é um distrito da cultura asiática, onde podemos comer mais barato e com qualidade na maioria das vezes. Restaurantes vietnamitas, chineses e tailandeses estão espalhados ao longo da rue de Belleville, e o popular mercado de rua na Boulevard de la Villette é perfeito para fazer compras e obter bons produtos a preços baixos. Como os bairros mais periféricos de Paris, Belleville e Ménilmontant são no topo de uma colina, e são compostos por ruelas pavimentadas, estreitas e tortas onde os realizadores adoram filmar para ter aquela essência da antiga Paris.
O bairro de Belleville é construído em torno do Parc des Buttes Chaumont, que é sem dúvida o parque mais bonito de Paris, com as suas plantas selvagens e cascatas de água. É perfeito para dar um passeio ou passear no parque numa noite de verão com amigos. O Parc de Belleville, muito perto do Buttes Chaumont, oferece uma das mais belas vistas de Paris, e as pessoas gostam de se reunir quando o verão chega, e partilhar uma bebida enquanto assistem ao pôr-do-sol na cidade.
Belleville também é um bairro muito artístico, e pode admirar alguns murais impressionantes do lado dos edifícios. Se quiser tirar o maior proveito da tumultuada atmosfera de Belleville, sugerimos que tome uma bebida no Aux Folies, um bar cool e celebre. Mas quiçá pretende algo mais sossegado e acolhedor? Nesse caso, va a La Vie Devant Soi, onde Hadrien o receberá com o seu sorriso lendário e oferecerá uma seleção especial de suas melhores cervejas e vinhos.

Perto de Belleville, o bairro de Ménilmontant não é muito diferente, mas a festa pode ser ainda mais divertida aqui. Bares da moda são encontrados em todos os lugares da rua Oberkampf e da rua Ménilmontant, uma atmosfera calorosa e festiva preenche o ar durante o fim-de-semana. Aqui estão alguns lugares que lhe aconselhamos: o Haut les Coeurs, um pequeno bar onde os cocktails são deliciosos e feitos com produtos frescos. Uma atmosfera vibrante nas noites de fim-de-semana, graças aos clientes habituais e à dança Jam Sessions, e relaxante durante os dias de verão graças ao seu amplo terraço aberto. O Saint Sauveur é um bar único onde os « punks » se encontram, e onde é garantido que passe uma noite agradável, encontrando pessoas improváveis e bebendo cerveja.

Pontos fortes:
As áreas de Belleville e Ménilmontant são bairros populares, onde a vida é mais barata que no centro de Paris. Estes bairros são encantadores graças às pequenas ruas pavimentadas e pequenas praças que fazem lembrar uma vila francesa do sul. A vida é agradável, a atmosfera é elétrica, e a constante criação de novas lojas e restaurantes é uma lembrança de que esta zona tem um futuro muito brilhante pela frente.

Pontos fracos:
Bairros famosos significa bairros barulhentos. As ruas estão cheias, e algumas pessoas podem não gostar. É mais adequado para uma viagem de amigos do que para uma viagem em família. Algumas ruas podem ser um pouco perigosas à noite, mas na maioria das vezes não há qualquer problema, e seria uma pena perder o bairro mais vibrante e festivo de toda a capital.

Confira os nossos 23 hotéis em Ménilmontant.

Confira os nossos 24 hotéis em Belleville.
 

 

Montparnasse: Bom apetite!

Montparnasse
©Bradley Weber

Um bairro literário e comercial, Montparnasse é o lar de alguns dos mais renomados restaurantes parisienses, cuja reputação foi construída ao longo do tempo graças à presença de pintores e escritores mundialmente famosos, como Ernest Hemingway. As ruas são muito movimentadas em Montparnasse, e isso deve-se ao grande número de escritórios, às lojas de marcas famosas na rue de Rennes e à estação de comboio de Montparnasse, pontos que atraem uma enorme quantidade de pessoas. No entanto, há algo de especial neste lugar, uma espécie de energi no ar.

A grande e moderna torre que domina toda a vizinhança é um lembrete constante de que Paris também é um lugar de negócios. As pessoas gostam de sair e divertir-se neste bairro. Existem vários cinemas como se fosse uma pequena Times Square de Nova York. Restaurantes como La Rotonde, Le Dôme (site em francês), La Coupole (site em francês) ou Le Duc (site em francês), são restaurantes muito bons e famosos, e as casas de crepes estão por todo o lado, algo perfeito para aqueles que não podem gastar muito dinheiro nos restaurantes chiques. Montparnasse é, acima de tudo, um bairro de escritórios e de lojas, mas se sair um pouco da área e for até à estação de metro Pernety (linha 13), as grandes avenidas darão lugar a becos, pequenas lojas e, pouco a pouco, a cidade torna-se novamente simples. Os pequenos parques oferecem áreas de descanso e proporcionam à população local um lugar onde é possível ter um pouco de serenidade e ar fresco, antes de regressar ao tumulto de Montparnasse.

Pontos fortes:
A energia deste bairro vai fazê-lo sonhar, e os inúmeros restaurantes localizados perto da estação de metro Vavin dão-lhe um gosto da vida parisiense. Quem não gostaria de passar algum tempo com uma bebida na mão no bar chique Select? E, mais tarde, quão perfeito seria jantar no Boulevard, talvez no Rotonde, ou no famoso Closerie des Lilas? Os bairros de Pernety e Plaisance estão repletos de vários lugares perfeitos, a poucos passos da Torre de Montparnasse.

Pontos fracos:
Há muito barulho aos redores da estação, cerca de Vavin, e sobretudo na rue de Rennes. Há muita gente nas ruas. Bairro agradável para sair mas menos para morar. E melhor sair do centro para encontrar mais ar e relações mais simples com a gente.

Confira os nossos 55 hotéis em Montparnasse.

 

 

Les Halles / Le Marais: o bairro da moda.

Le Marais
©Strelitzia

O bairro de les Halles/Marais é histórico é um dos mais importantes de Paris, escapou à grande reconstrução de Paris iniciada por Haussmann durante o século XIX, dada a humidade do solo. Esta é a razão pela qual as ruas e habitações desta área são tão tortas, simplesmente porque datam da época medieval. Há tantas coisas para ver e fazer neste distrito! Vai precisar de mais do que um fim-de-semana para ver tudo, e uma vida inteira para conhecer todos os pequenos segredos! Aqui a cultura está por toda a parte. O Museu Picasso (site em francês), o Mémorial de la Shoah (Museu do Holocausto – site em francês), o Museu Carnavalet (site em francês), a Casa de Victor Hugo (site em francês), assim como o maravilhoso museu de arte moderna no centro Pompidou (site em francês). No que diz respeito às compras e à moda, é o paraíso na terra. Neste bairro podemos encontrar produtos importados de todo o mundo, bares, restaurantes da moda e galerias de arte. O passeio de domingo na área de Marais é um costume parisiense. Não há nada como comer um gelado no Berthillon (site em francês) na Ilha de Saint Louis, antes de dar um passeio pelo Marais, experimentando roupas novas nas várias lojas ou bebendo um chá gelado, enquanto passeia pelas vitrines de grandes estilistas de moda. O Forum des Halles vai agradar a quem gosta de passar algum tempo em centro comerciais e o cinema UGC Les Halles (site em francês) vai fazer a delícia dos amantes do cinema, com um grande número de salas de projeção.

O Forum des Images também oferece projeções de filmes, festivais de cinema e palestras sobre a sétima arte. Nas áreas de les Halles e le Marais, a vida é calma e elegante – mas cara. Os preços são muito altos porque o bairro atrai uma população rica, mas passear neste bairro não custa um centavo e há uma variedade tão grande de estabelecimentos comerciais que toda a gente pode encontrar um lugar adequado para comer, dormir ou tomar uma bebida.

Pontos fortes:
A grande variedade de lojas, centros culturais e museus dão a este distrito um toque especial. A vida é simplesmente agradável nesta área, e é bom dar um passeio neste bairro chique e bonito. Esta é a área ideal para sair com os amigos, mas é mais cara do que Belleville ou Ménilmontant.

Pontos fracos:
As ruelas le Marais são bastante escuras, pois são muito estreitas e não deixam que os raios de sol atravessem os prédios. A área de Marais é um pouco cara, então tenha isso em mente quando lá for passear. Os turistas estão por toda parte, especialmente com o chegar do calor. Nem tente encontrar um lugar para estacionar, é quase impossível, por isso privilegia estacionamentos subterrâneos que são mais caros mas 100% fiáveis.

 

 

La Butte-aux-Cailles: uma escapada da cidade.

Butte aux Cailles
©Jeanne Menjoulet

Amantes das calçadas de pedra e de casas cheias de charme, damos-vos as boas vindas ao bairro de Butte-aux-Cailles.

Amantes de ruas empedradas e casas encantadoras, recebê-lo-emos na área de Butte aux Cailles. Um pequeno pedaço campestre incorporado na Paris do século XIX, é ainda hoje um pacífico refúgio rural no coração do 13º distrito, cercado por Chinatown e pela Place d’Italie. Esta pequena aldeia dentro da cidade é simplesmente um dos lugares de Paris onde a vida é a mais agradável. Tem as vantagens de Montmartre, sem estar muito fora da cidade, e a proximidade com o Bairro Latino torna-a a melhor opção de residência para famílias e estudantes. O ambiente é calmo e acolhedor, exceto talvez na rue de la Butte Aux Cailles, onde bares como o Merle Moqueur ou o Le Sputnik recebem pessoas de todas as gerações para beber cerveja e rum até altas horas da madrugada. Com poucos passos chega a Place d’Italie e a Chinatown, onde poderá comprar produtos exóticos e baratos e desfrutar de muitos restaurantes deliciosos.

Pontos fortes:
Uma zona bonita e tranquila. Um ambiente rural a apenas algumas centenas de metros da Place d’Italie. A sua localização central permite-lhe chegar facilmente aos pontos turísticos, graças à linha 6 do metro.

Pontos fracos:
Poucos pontos fracos, a não ser os preços das habitações que aumentaram bastante nos últimos dez anos, mas que ainda são inferiores ao que podemos encontrar em Saint Germain des Prés, no bairro latino, ou perto da Torre Eiffel. É o local perfeito para ficar em Paris.

 

Informação sobre outras áreas em Paris

Estamos perfeitamente cientes de que existem outros distritos parisienses interessantes, como a République, o Canal Saint Martin, os Batignolles ou Stalingrad, que não foram mencionados neste artigo. O objetivo é dar-lhe uma lista de diferentes bairros e especificidades dos principais distritos de Paris, sem que a leitura seja muito exaustiva, minuciosa e aborreicda.

Se você gostou, compartilhe
  •  
  •  
  •