Roteiro de um dia em Paris – coisas imperdíveis para ver e conhecer em Paris

Se tem apenas de um dia para visitar Paris, selecionámos para si um roteiro com os pontos turísticos mais emblemáticos da cidade. Confira aqui uma lista de coisas para fazer, conhecer e aproveitar ao máximo durante a sua viagem em apenas 24h.

 

1) Pequeno-almoço nos Champs Elysées

Hora do começo do passeio: 9h

Duração: 1h

Comece este percurso num dos lugares mais chiques e mais famosos do mundo: os Campos Elísios, na saída de metro Champs-Elysées-Clémenceau (linha 1 e 13).
Comece o seu dia com um pequeno almoço nos Champs Elysées, a mais bela avenida do mundo.

Duas sugestões:
La Table du huit (em francês) (8, rue Jean Goujon a 350m da saída do metro) um pequeno-almoço repleto por 24€.
Ladurée (em francês) (75 Avenue des Champs-Élysées à 50m da saída do metro), o fabricante dos famosos macarons franceses.

Quando acabar de comer, passeie pela avenida até ao Arco do Triunfo (reserve uma visita aqui). A distância do passeio é de cerca de 1km, dê uma olhada nas montras de luxo das lojas, como a Cartier e a Louis Vuitton.

Gostamos: da animação que aqui se encontra, é o lugar turístico parisiense por excelência.

Adoramos: a variedade das lojas. Grandes marcas, grandes restaurantes, mas também vários restaurantes de fast food e lojas mais económicas.

 

 

2) A Dama de Ferro (Torre Eiffel)

Trajeto do Arco do Triunfo até à Torre Eiffel: 30 minutos a pé.

Partida: 10h

Chegada: 10h30

Tempo a passar na Torre Eiffel: 1h30

Depois de desfrutar do seu pequeno almoço, parta em direção da Torre Eiffel. É um passeio de cerca de 30 minutos no coração de Paris. Quando estiver na Place de l’étoile, siga pela avenida Kléber até à Place du Trocadéro-et-du-11-Novembre. Desça a avenida até à Ponte d’Iéna que vous vai levá-lo diretamente até à Torre Eiffel.

Se tiver tempo, recomendamos que suba até ao topo da Torre Eiffel, a vista é deslumbrante! Os dois primeiros andares são acessíveis através das escadas e elevadores, mas o terceiro e último andar são acessíveis apenas por elevador.

Gostamos: da esplanada e as fontes do Trocadéro que atraem todos os dias centenas de turistas e parisienses.

Adoramos: ver Paris do topo da Torre Eiffel. E na festa nacional francesa, no dia 14 de julho, não se esqueça do espetáculo de fogo de artifício na Torre Eiffel, pode admirar o espetáculo da ponte de l’Alma.

(Faça aqui a sua visita à Torre Eiffel. )

 

 

3) Almoço na Place de l’Alma

Em seguida, vá para a Place de l’Alma, seguindo primeiro o Quai Branly e depois cruzando a ponte Alma, para um almoço de qualidade. Você terá a escolha: existem muitos restaurantes.

Os nossos restaurantes favoritos:
Marius et Janette(em francês), para um bom prato de marisco. Os preços deste restaurante podem ir até aos 70€.

Chez Francis(em francês), uma cervejaria parisiense, um prato custa em média 30€.

Bert’s (em francês), um quiosque chique e original, mas acessível, onde poderá disfrutar de sandes, guloseimas e saladas preparadas com ingredientes de qualidade.
Por cerca de 12€ vai poder satisfazer a sua fome.

6 New York (em francês), caso prefira um ambiente contemporâneo, chique e tradicional. Para este restaurante, o budget é mais elevado, os preços podem oscilar entre 24 e 40 € e alguns menus podem ir até 90€.

Gostamos: do ambiente. A Place de l’Alma é a meio caminho entre os 8 e 9° distritos, que são bairros muito chiques.

Adoramos: fazer um pequeno desvio até ao Museu da Arte Moderna (em francês) e ao Palácio de Tóquio (em francês) a 5 minutos a pé. Mas se não gostar muito de museus, o jardim do Palácio de Tóquio é também muito agradável, sem falar das esculturas da esplanada!

 

 

4) Passeio no Jardim das Tulherias

Crédito : Jean-Pierre Dalbéra, flickrCC BY 2.0

Trajeto da Place de l’Alma até ao Jardim das Tulherias: 15 minutos de metro ou 23 minutos a pé.

Partida: 13h45

Chegada: 14h

Duração do passeio: 1h

Para além dos seus monumentos históricos, Paris está repleta de espaços verdes e jardins, onde poderá bronzear-se no Verão e passear na Primavera. O Jardim das Tulherias é um dos jardins parisienses mais bonitos. Neste jardim, poderá sentar-se à beira de uma de duas grandes fontes que nele se encontram, ou à sombra de uma árvore, ou simplesmente admirar a perfeita simetria dos jardins concebidos no século XVIII pelo jardineiro real. Na sua origem, o Jardim das Tulherias foi mandado construir por Catherine de Médicis e é hoje um lugar de descanso no coração da cidade, mas também um lugar de cultura: aqui pode encontrar vários museus. O Museu da Orangerie (reserve aqui os seus bilhetes), que inicialmente abrigava as laranjeiras do jardim, foi transformado num museu de arte moderna: Le Jeu de Paume (em francês) e o Louvre (em francês), o mais conhecido de todos, construído em 1190 para receber a família real. Venha dar um passeio para fazer a digestão neste jardim histórico.

Para ir desde Place de l’Alma até aos Jardins das Tulherias, basta apanhar o metro da estação Place de l’Alma na linha 9 ou na estação Tuileries na linha 1. Faça a correspondência na estação Franklin D. Roosevelt, direção Château de Vincennes, na linha 1.

 

 

5) Île de la Cité (Notre Dame de Paris)

Trajeto desde Tulherias até à Ilê de la Cité: 12 minutos de metro + 5 minutos a pé ou 30 minutos a pé.

Partida: 15h

Chegada: 15:20

Depois do almoço, sugerimos que vá até à Île de la Cité, onde poderá admirar a famosa catedral Notre-Dame de Paris. O trajeto desde o Jardim das Tulherias é bastante rápido: volte a apanhar o metro na estação Tuileries e desça na estação Hôtel de Ville, na linha 1 são apenas 4 estações. Para ir até à ilha são apenas precisos 6 minutos a pé, passando pela Ponte d’Arcole.
O acesso à Ilha de la Cité é livre todo o ano. Venha descobrir a sua incrível arquitetura, os seus magníficos vitrais, numerosas esculturas e ainda as suas famosas gárgulas. Na fachada da catedral pode ainda admirar os portais dedicadas a Santa Ana, da Virgem, o Portão do Julgamento e a Porta Vermelha.
Venha explorar os arredores da catedral e os seus vários sinos, o maior deles todos é o sino Bourdon.

Quando terminar a visita pode ainda ir até à Ópera Garnier.

Gostamos: da beleza da catedral que é considerada a alma de Paris.

Adoramos: ir até à I de Saint-Louis (19, quai Bourbon) onde a famosa pintora francesa tinha o seu atelier.

 

 

6) O Bairro da Opéra Garnier

Trajeto da Île de la Cité até Opéra Garnier: 15 minutos de metro.

Partida: 16h50

Chegada: 17h10

Duração do passeio no bairro da Ópera: 1h

Para ir até à Opéra desde Notre-Dame, basta apenas apanhar a linha 7 do metro da estação Châtelet até a estação Opéra. Assim que sair do metro, poderá admirar a fachada da Opéra Garnier. Pode também fazer uma visita ao interior, guiada ou não, ou até assistir a um dos vários ballets.
No Boulevard Haussmann, poderá visitar os Grands Magasins, lojas de departamentos tradicionais parisienses onde irá encontrar de tudo: roupa, joias, perfumes franceses e estrangeiros de excelência, e até roupa de casa. No topo das Galeries Lafayette, pode ainda admirar a vista panorâmica da cidade.

Gostamos: os vários cinemas do bairro.

Adoramos: as montras das Galerias no Natal, um verdadeiro momento mágico para as crianças.

 

 

7) Montmartre

Passeio a Montmartre: 30 minutos de metro.

Partida: 181h0

Chegada: 18h40

Duração do passeio em Montmartre: cerca de 1 a 2h.

Para ir até Montmartre, precisa de apanhar a linha 8 do metro da estação Opéra até Concorde, faça a correspondência com a linha 12 até Abbesses. A partir dessa estação, estará a menos de 10 minutos a pé do coração desta antiga cidade com uma atmosfera tão única. Pode apanhar o teleférico até Basilique, pelo mesmo preço de um bilhete de metro (1,90 €) ou, se preferir, suba as 222 escadas que o levam até ao topo da colina. Depois de ter subido as escadas da Torre Eiffel, estas escadas para si serão canja!

Quando estiver lá em cima, pode admirar as ruas encantadoras repletas de galerias de arte, estabelecimentos atípicos e restaurantes de cozinha tradicional.

No caminho do cemitério, onde estão enterrados vários escritores célebres franceses, poderá encontrar vinhas. Pode ainda ver o Muro dos Je t’aime, um dos lugares mais românticos da cidade-luz, mas irá sobretudo gostar da arquitetura da Basílica do Sagrado Coração e da vista de Paris.
Na Place du Tertre, deixe que um dos vários artistas lhe pinte o seu retrato para guardar uma lembrança única da sua visita a Paris.

Gostamos: da vista de Paris a partir da Basílica do Sagrado Coração.

Adoramos: a atmosfera de Montmartre: relaxante, desconectada do resto do mundo, mas ao mesmo tempo muito animada, não encontrará nada assim em Paris.

Reserve aqui uma visita privada a Montmartre com um guia (em francês). 

 

 

8) Jantar em Montmartre

Crédito: Yann Caradec, flickrCC BY-SA 2.0

Quando se cansar de passear em Montmartre, terá várias opções para o jantar. Pode desfrutar de pratos típicos franceses no restaurante Miror (em francês), um café muito típico da região, perto da estação Abbesses na linha 12. Do outro lado da rua, a cave de vinhos! Neste restaurante, poderá saborear legumes orgânicos, carne de vaca com bolotas ou ainda um chocolate liégeois caseiro. O menu custa entre 25 e 40 €, mas vale a pena, é uma verdadeira delícia!
Se for um amante da cozinha mediterrânea, poderá ir ao restaurante córsega Casa Lívia (em francês) (99 bis rue Lamarck no 18° distrito de Paris). Para lá chegar, basta apanhar a linha 12 e sair na estação Lamarck-Caulaincourt. É um pequeno restaurante onde poderá sentar-se para provar os produtos locais da região da Córsega.

Para acabar em beleza, pode ir ao restaurante l’Ehden (em francês) (69 rue de Maubeuge no 10° distrito de Paris), um restaurante libanês situado entre Gare du Nord (linha 4,5, B e D), Anvers (linha 2) e Barbès-Rochechouart (linhas 2 e 4), um menu custa cerca de 20€.